Make your own free website on Tripod.com

Quatro Estilos

Home | Crawl | Costas | Peito | Borboleta | Viradas | Computador | Diário de Natação

Crawl

O estilo crawl é o mais veloz dos nados e a respiração pode ser sua maior dificuldade

 

Para nadar o CRAWL, convém que o iniciante:

   

1) Nade próximo à superfície da água, mantendo quadril e pernas alinhados aos ombros. Imagine que você tenta nadar por meio de um tubo estreito sem tocar seus lados. Uma boa maneira de iniciar o nado é colocar seu rosto na água e manter um constante batimento das pernas.

 

2) Procure efetuar uma pernada ligeira, certificando-se de movimentar por completo as pernas, para cima e para baixo. O movimento inicia no quadril e finaliza no pé, com joelhos e tornozelos relaxados. A flexão do joelho (joelho “dobrado”) é pequena e o peito do pé deve provocar certa agitação (respingos/ “splash”) na superfície da água, mas os pés devem ficar abaixo desta superfície.

 

3) Perceba que os braços são os grandes responsáveis pela propulsão neste estilo, onde um braço deve seguir o outro tanto através quanto sobre a superfície da água. Procure colocar a mão na água à frente da cabeça, mantendo o cotovelo levemente flexionado, fazendo com que dedos sejam os primeiros a gentilmente “cortar” a superfície da água (quanto menor for o “splash”, melhor!).

 

4) Aumente a velocidade na fase propulsiva (dentro d’água), flexionando o cotovelo e impulsionando a mão no sentido dos pés, desenhando um “S” (figura 1, a seguir), até que a mão alcance a parte superior da coxa, permitindo o início da fase de recuperação. Neste ponto, o cotovelo deve estar flexionado e a palma da mão deve permanecer voltada para trás, até que os dedos novamente adentrem a superfície da água.

 

5) Respire regularmente. O rosto deve ficar submerso, permitindo o surgimento de bolhas causadas pela expiração (pela boca e/ou pelo nariz), até você sentir necessidade de inspirar (sempre pela boca) novamente. Procure girar a cabeça lateralmente e de maneira suave para permitir a inspiração (como se a apoiasse num travesseiro, retirando metade do rosto da água) com possibilidade de “entortar” a boca ao inspirar para reduzir a chance de engolir água. Preferencialmente, execute a respiração bilateral (para ambos os lados), a cada ciclo e meio de braçada.

Fonte: adaptado de http://news.bbc.co.uk/sport2/hi/other_sports/swimming/4227472.stm em 08 de novembro de 2007.

Vídeo 1. Lillhage

Vídeo 2. Hackett-Thorpe

Vídeo 3. Respiração de Ian Thorpe

Vídeo 4. Ian Thorpe

Vídeo 5. Mark Foster

 
Figura 1. Braçada do CRAWL

crawl_braco_winderickx.jpg

crawl_braco2_winderickx.jpg

crawl_rotacao_winderickx.jpg

Fonte: figuras cedidas com permissão de Gillis Winderickx - http://www.winderickx.com/gillis/index.php?pid=3&naam=Swimming_technique_crawl

Para ver fotos sobre o estilo crawl, clique no link a seguir:

Link 1.

crawl.gif
Fonte: BBC Sport Swimming

Florianópolis/SC - Brasil
 
Web site (frequentemente atualizado) desenvolvido por Caroline de Oliveira Martins, PhD.